PRÓXIMA GERAÇÃO DE LOGÍSTICA REVERSA E SOLUÇÕES DE PROCESSAMENTO DE DEVOLUÇÕES.

// REPRESENTA UMA DESPESA SIGNIFICATIVA

Em média, as operadoras de e-commerce obtêm uma taxa de retorno de quase 25%. O crescimento do e-commerce mudou a maneira como os consumidores compram, o que está impactando drasticamente a indústria de devoluções.  De acordo com o Wall Street Journal os consumidores deviam devolver US $ 70,5 bilhões em bens adquiridos durante a temporada de Natal de 2020 apenas.

As devoluções representam uma quantidade significativa de despesas e estoque não reconhecido que está parado sem processamento. Em muitos casos, também está chegando no fim do ciclo de seu valor de venda premium. Se for na indústria da moda, pode ser que o produto esteja à beira de sair da estação, ou se for produto de alta-costura, pode até mesmo ficar fora de moda. Se forem outros produtos sazonais, eles podem estar prestes a sofrer o mesmo destino e se aproximar do rebaixamento à liquidação por uma fração de seu preço de venda original. No caso de itens perecíveis, se estiverem perto do vencimento do prazo de validade, os produtos se tornariam inapropriados para consumo e precisariam ser destruídos, resultando em uma perda total. Não importa em qual circunstância, o resultado é um golpe para os resultados financeiros.

// PREPARAR SEU NEGÓCIO PARA UM AUMENTO DE RETORNOS

Nem todas as empresas de e-commerce estão projetadas para processar devoluções. Muito de seu tempo e dinheiro foram investidos em como processar pedidos em tempo hábil e atender ao desejo dos clientes de receber suas mercadorias com rapidez.  Se o cliente estiver em dúvida quanto ao tamanho, sabor, cor ou qualquer outro aspecto de um item, ele costuma pedir vários e devolver aqueles que não deseja. Para permanecer competitivo no mercado altamente agressivo de e-commerce, o vendedor deve permitir devoluções em todos os casos, exceto os mais raros. O tempo e as despesas para processar essas devoluções devem ser levados em consideração ao definir o preço dos itens à venda. Portanto, para ter sucesso, a empresa deve encontrar uma maneira de fazê-lo que seja eficiente e oportuna, mantendo o foco no atendimento ao cliente. A solução deve se encaixar no fluxo de trabalho geral e não ser um sistema autônomo pontual que não forneça a inteligência e automação necessárias para agilizar o processo.

// VISÃO GERAL DO PROCESSO DE RETORNO MANUAL

Há várias etapas envolvidas no processamento de uma devolução e na sua reposição no estoque.

ETAPA 1

O pacote é digitalizado no sistema WMS para que a conta apropriada do cliente seja creditada se o item estiver em condições aceitáveis.

ETAPA 2

O pacote é aberto e o item é examinado. Se o item estiver em condições aceitáveis, a conta é creditada e o cliente notificado. Se o item não estiver em condições aceitáveis, o cliente será notificado.

ETAPA 3

Se o item estiver em condições de retornar ao estoque, ele é enviado para a área de classificação onde é classificado, colocado de volta no estoque para revenda.

// EFEITOS DO PROCESSO DE RETORNO MANUAL

Quando estas etapas são feitas manualmente, elas não exigem apenas tempo e trabalho intensivo; elas também ocupam um espaço considerável. Com muita frequência, devido ao esforço e ao tempo envolvidos para reabastecer os itens, o resultado final são itens devolvidos que foram creditados de volta ao cliente, mas ficam separados em vez de serem reabastecidos até que tenham valor reduzido. Os clientes que os devolveram geralmente recebem crédito ao ler a etiqueta de devolução sem nenhuma inspeção real do produto, pois esperar até esse momento resultaria em um atraso inaceitável devido ao suporte necessário, ou se a inspeção for feita, muito antes do item ser reabastecido.

// O PROCESSO DE RETORNO AUTOMATIZADO É MAIS RÁPIDO COM MENOS TRABALHO

ETAPA 1

O pacote é digitalizado no sistema WMS para que a conta apropriada do cliente seja creditada se o item estiver em condições aceitáveis.

ETAPA 2

O pacote é aberto e o item é examinado. Se o item estiver em condições aceitáveis, a conta é creditada e o cliente notificado.  Se o item não estiver em condições aceitáveis, o cliente será notificado.

ETAPA 3

Se o item estiver em condições de voltar para o estoque, o item é colocado na esteira de indução Sure Sort®, onde o item é lido automaticamente. Os itens são carregados em um contêiner e levados para a área de armazenamento.

// MANUSEIO DE RETORNOS AGILIZADOS

Parece familiar? Deveria. A solução de classificação automatizada Sure Sort® realiza as mesmas etapas, mas com menos pessoas em muito menos tempo e espaço com muito maior precisão. Um operador é capaz de conduzir até 2.400 itens por hora. Dependendo do número de devoluções, pode ser necessário uma ou duas pessoas a mais para auxiliar na coleta da mercadoria devolvida nas cestas da máquina. Ao adicionar automação inteligente ao processo de devolução, as empresas podem reduzir o risco de fraude de devolução.

Ao automatizar o processo de devolução com a solução certa, a empresa pode colocar os produtos de volta no estoque em tempo hábil, o que ajudará a impulsionar os resultados da empresa.

PARA SABER MAIS SOBRE A OPEX E AS NOSSAS SOLUÇÕES PARA PROCESSAMENTO DE DEVOLUÇÕES E LOGÍSTICA REVERSA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO HOJE MESMO.

// PROCESSAMENTO DE DEVOLUÇÃO E RECURSOS DE LOGÍSTICA REVERSA

Entre em contato

FALE CONOSCO

Recursos

VER TUDO